• Ana Carolina Biz

Inovação e centramento: como encontrar oportunidades

Desenvolver capacidade de centrar-se, de focar em algo, de criar uma estrutura mental de apoio ao controle da ansiedade e direcionamento de ações é fundamental em tempos de crise e processos de inovação.

O artigo explora nossa relação individual com o "caos" e com fluxos de alteração da nossa realidade.


Preparação para mudança


Saiba que a mudança só acontece sob o risco ou sob um sonho. Todo organismo passa pelos estágios de formação, tumulto, normalidade, desempenho e acomodação, sendo a acomodação o fim de um ciclo, que leva à morte e preparação de um novo estágio. Não existe melhoria contínua por tempo indeterminado. É preciso disrupção. Em algum momento, algo se quebra para que seja construído algo novo. O desejo de continuidade faz com que se evite o novo, a experiência cria uma automática imunidade à mudança. É preciso instabilidade para promover a transformação necessária após a maturação.


Crer para ver. Para construir o futuro, é necessário acreditar. Uma combinação única entre aspiração, imaginação, valores e estrutura. Afinal, maturidade é lidar com a adversidade com serenidade. Já dizia Einstein, não podemos solucionar um problema com o mesmo estado de consciência que o criou.


Crisis em latim, ou Krisis, do grego, significam momento de mudança súbita, ou faculdade de distinguir, decisão, momento de decidir. Acordar para quem você é requer desapego de quem você imaginava ser. Para a tomada de decisão em um ambiente complexo, é preciso informação. E a tecnologia e as conexões on-line podem nos suprir de todo tipo de informação. Se não estamos pilotando o carro, temos que ser amigos do piloto e observar a viagem. É o que acontece em ambientes incertos como estamos vivendo. Se a mudança não incomoda, geralmente é porque estamos vivendo uma continuação do status quo.


E a mudança não acontece sem liderança e cultura favoráveis. Uma liderança que promove a mudança, garantindo adaptação em tempos de crise, une um objetivo em comum, um propósito, que garante que todos estejam direcionando a energia para o mesmo objetivo. Para isso, você precisa criar laços de interdependência, que garantem que você tem algo a acrescentar, com visão de futuro, capacidade de persuadir e autoconhecimento, que gera confiança.


Essa mudança precisa de exploração, eliminação e execução. Explorar implica em indagar, se abrir para o novo, questionando tudo que até então parecia lógico. Quem não faz a pergunta certa, não tem a resposta relevante. Qual destas atividades relevantes terá maior contribuição para meu objetivo?


Algumas pessoas acham que foco significa dizer sim para a coisa em que você irá se focar. Mas não é nada disso. Significa dizer não às centenas de outras boas ideias que existem. Você precisa selecionar cuidadosamente aquilo que é realmente importante ao seu negócio”.

STEVE JOBS


A partir daí, é necessário eliminar. Em um mundo em que tudo muda, o que é importante permanecer? Concentrar-se naquilo em que você realmente agrega valor, no que ninguém pode te substituir. Soltar, delegar ou automatizar o que é trivial, para concentrar-se no que é essencial. A única coisa que difere, hoje, seres humanos das máquinas, é a capacidade de liderar (ou lidar com pessoas) e criar. Todo o restante, pode ser automatizado.


Para, então, executar, criando uma rotina regular, mantendo-se centrado, independente do quanto seu ambiente pode balançar. A mudança traz caos, sendo necessário flexibilidade e adaptação, pois pode haver piora momentânea na performance. Mas, se você tem um plano, pode se concentrar e confiar que, se faz sentido, trará benefícios em médio prazo, permitindo-se dar o máximo de contribuição. Planejar sim, mantendo-se atento à necessidade de mudança.


A ansiedade tira a presença, sendo a habilidade de estar presente que nos permite realizar. E nada como o planejamento para diminuir a tensão mental e garantir a confiança, injustamente rotulada como qualidade ostentosa, limitada à competição e ao sucesso superficial, mas que tem um impacto muito mais amplo: de te colocar no estado de flow, em que há alinhamento entre os desafios e habilidades.


Planejar é pegar uma energia disponível e abundante e transformar num objetivo ou materialização, concentrando-se no progresso mínimo viável, que garante movimento. Caso contrário, é muito fácil se perder nos inúmeros caminhos à sua volta. Se você não tem um plano estratégico, você é parte do plano estratégico de alguém.


Considerações Finais


Faça um diagnóstico das suas iniciativas hoje. Para onde sua empresa está direcionando a energia? E os indivíduos que fazem parte deste organismo? Há clareza de intenção e alinhamento dos esforços? Estas reflexões são ainda mais importantes neste momento único em que vivemos. É hora de revisar e reajustar o que for necessário. E nada como um olhar de fora para mapear as oportunidades, muitas vezes disfarçadas em períodos de crise. Conte com a expertise da GMC Solutions para diagnósticos precisos, de simples implantação e resultados sustentáveis no longo prazo.


3 visualizações

Siga-nos no LinkedIn

  • White LinkedIn Icon

GM Consultoria e Assessoria em Logística e Supply Chain LTDA - CNPJ: 32.259.461/0001-70